Fechar

Carta à menina da foto

Publicado por:
Ana Paula Fuliaro
1

Menina linda, eu sei que você acha que não merece esse adjetivo, mas um dia você vai se reencontrar.

Agora você pensa que é feia porque é gorda (!!!) e isso tende a piorar por mais de 2 décadas.

Infelizmente você ficou presa nessa ciranda louca de julgamento das formas dos corpos, de exigência de padrões irreais, de incentivo à auto-rejeição.

Você tentou se encaixar.

Você vai tentar de tudo e isso só servirá para adquirir verdadeira compulsão alimentar.

Você viverá momentos de pseudo felicidade, toda ela calcada nos mais variados coquetéis liderados pela anfetamina. Será assim que você se tornará dependente dessas drogas que médicos prescrevem.

Cada vez será mais difícil, pois os anos de não aceitação te fizeram – aí sim – tornar-se gorda.

Eu queria que você não tivesse sentido a tristeza de todos esses anos, mas, aqui do futuro, venho pra te dizer que toda a maldade que esse mundo insano te impôs vai acabar.

Quando seu corpo estiver imenso, você será grata a ele por ser capaz de gerar outra vida, de um ser humano perfeito e saudável. E depois vai amar o seu corpo por produzir alimento necessário para nutrir e proteger seu filho de doenças. Irá amá-lo porque seu colo é o refúgio da pessoa que você mais ama no mundo; porque seus braços carregam e apoiam outra vida.

Eu sinto muito por você ter passado por tanta dor, queria poder voltar no tempo para te contar que tudo ficará bem e sussurrar no seu ouvido “você vai se libertar”.

_____________________________________________________________ 

*Nota da autora: Pensei muito se deveria postar, pois para mim esta é uma exposição de rasgar a alma. Achei que deveria, pois pode ajudar alguém a parar antes de mim. Pode evitar que mais alguém veja uma foto sua décadas depois e desabe num choro incessante por pensar “mas eu nem era mesmo gorda para me sentir tão inadequada”.

Sobre a autora
Ana Paula Fuliaro

Professora, pesquisadora da democracia, advogada e mãe, não necessariamente nessa ordem. Descobridora diária das simplicidades da vida.

Outros posts
NÃO VER COMENTÁRIOSVER COMENTÁRIOS